Dúvidas Frequentes
Dúvidas Frequentes
O dente dói após o tratamento de canal?

Como o tratamento de canal é geralmente um procedimento longo, o próprio esforço ao qual o dente é submetido pode levar a algum tipo de reação pós-operatória. As pessoas submetidas ao tratamento são normalmente orientadas a acompanhar o nível dessa reação. Quando ocorre apenas sensibilidade, não existe necessidade de tomar nenhum medicamento. Já quando a reação pós-operatória se caracteriza por incômodo, inchaço ou dor, pode ser necessário o uso de algum medicamento, recomendado para cada caso especificamente.

Existe tratamento para trinca radicular?

Infelizmente as trincas e fraturas radiculares não possuem prognóstico favorável de tratamento. Não existe tratamento específico para essas situações que apresente boa taxa de sucesso. Sendo assim, infelizmente se indica a extração dos dentes que apresentam trinca na raiz.

Depois de feito o canal o dente fica morto?

Na verdade não. O que se faz durante o tratamento de canal é a remoção da polpa dental, composta de nervo, artéria e veia. Nossos dentes possuem esse suprimento vásculo-nervoso em seu interior (pelo canal) e também no lado externo da raiz (pelo ligamento periodontal), que continua intacto mesmo com o tratamento de canal realizado. Sendo assim, os dentes continuam tendo o mesmo nível de sensibilidade ao toque (por exemplo, na mastigação de um alimento mais duro, continua se tendo o mesmo nível de sensibilidade), mas não irá mais responder a estímulos térmicos (gelado e quente).

Quanto tempo dura o tratamento de canal?

Teoricamente, um tratamento de canal bem conduzido pode durar por toda a vida. Entretanto, esse dente estará sujeito à formação de cárie assim como qualquer outro dente. Caso se instale um novo processo de cárie ou infiltração nesse dente e os micro-organismos atinjam o canal, perde-se o tratamento de canal previamente existente, já que bactérias se instalam novamente dentro dos canais e se faz necessário um novo tratamento para combater essa reinfecção. Também é importante que se realize a restauração definitiva do dente o mais breve possível após o tratamento endodôntico, evitando-se assim infiltração de microorganismos para o interior do canal.

O tratamento de canal escurece o dente?

Normalmente não. Atualmente se sabe que os cimentos endodônticos usados no tratamento endodôntico podem escurecer os dentes. Por isso é importante que o profissional promova uma adequada limpeza do interior do dente após o processo de obturação endodôntica. Existem também situações em que o dente já vem para o tratamento de canal previamente escurecido, o que pode ocorrer em alguns casos de hemorragia interna do dente, calcificações e processos de necrose antigos.

O tratamento de canal enfraquece o dente?

O que ocorre geralmente é que um dente a ser submetido ao tratamento endodôntico já possui algum nível de perda de estrutura dental, devido a cáries e/ou restaurações extensas. Essa perda de estrutura pode sim enfraquecer o dente e o mesmo vir a fraturar futuramente. Por isso muitos dentes possuem indicação de reconstrução protética com "onlays" ou coroas que recubram o remanescente dental após serem submetidos ao tratamento endodôntico.

Dr. Eduardo Zeferino - Rua Lions Club, 301 – Guanabara – Campinas – SP – Fone: (19) 3241-4670 - endodontiacampinas@yahoo.com.br